Islândia expressa prontidão para organizar reunião entre Trump e Putin

A Islândia mostrou disposição de organizar a reunião entre o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, e o presidente russo, Vladimir Putin. De acordo com informações divulgadas na agência Iceland Monitor, citando a chancelaria islandesa, o país quer organizar o encontro entre Putin e Trump, mas afirmou que ainda não recebeu nenhum pedido oficial.

Foi relatado neste sábado (14) que Trump pretende se reunir com o presidente russo, Vladimir Putin, em sua primeira viagem internacional após assumir a presidência dos EUA. 

O republicano demonstrou o interesse de realizar o encontro na capital da Islândia, Reykjavík, palco de históricas reuniões entre EUA e União Soviética no período da Guerra Fria.  

Realizada em 11 e 12 de outubro de 1986,  a Cúpula de Reykjavik foi a segunda rodada de uma série de encontros entre a União Soviética e os EUA entre 1985 e 1988, que alteraram dramaticamente as relações bilaterais e a situação internacional. As duas superpotências passaram de uma situação de confrontação para uma política de compromisso e acordos, principalmente no que diz respeito ao desarmamento nuclear.