Quem são os favoritos ao cargo de embaixador dos EUA na Rússia?

A equipe de transição do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, está considerando o congressista da Califórnia, Dana Rohrabacher, e o assessor do ex-secretário de Estado Henry Kissinger, Thomas Graham, para o cargo de embaixador dos EUA na Rússia, informou o jornal russo Izvestia na quarta-feira (28).

A edição, citando fontes da diplomacia norte-americana, informou que Trump realizará nomeações para cargos diplomáticos no próximo ano, após sua posse em 20 de janeiro. As fontes informaram ao jornal russo que Rohrabacher, antigo amigo de Trump, está no topo da lista de candidatos para o cargo de embaixador. 

Em 2015, Rohrabacher declarou que não considera a Rússia como ameaça para os EUA. Em novembro do ano passado, Rohrabacher disse que estava sendo considerado como candidato ao cargo de secretário de Estado dos EUA para futura administração de Trump. 

Ao mesmo tempo, outro candidato ao cargo de embaixador norte-americano na Rússia, Thomas Graham, também é a favor da cooperação com Moscou em áreas de interesse mútuo. Graham foi conselheiro especial do presidente George W.Bush, trabalhou como diplomata na embaixada dos EUA em Moscou e atualmente é diretor da Kissinger Associates, empresa de consultoria internacional.

De acordo com a mídia, o Comitê de Planejamento de Segurança dos EUA está preparando um esquema de segurança para a cerimônia solene de posse de Trump no Capitólio, em Washington, levando em consideração a realização de eventuais protestos em massa. 

Até o momento atual, as autoridades de Washington já receberam 23 solicitações para realizar eventos a favor e contra o presidente eleito. Segundo informado, 3 mil policiais e 8 mil agentes da Guarda Nacional ficarão encarregados de controlar a multidão e o tráfego durante a cerimônia de posse.