China pune mais de 3200 funcionários por violação fiscal

Governo recuperou soma bilionária com auditoria do orçamento do ano passado

A chefe do Departamento Nacional de Auditoria da China, Liu Jiayi, afirmou a legisladores que 3.229 funcionários públicos foram punidos por violações fiscais.

O dado foi incluído em um relatório de trabalho sobre a correção de problemas descobertos no orçamento de 2015, auditado pelo governo central, informou a agência de notícias Xinhua. 

Até outubro de 2016, o valor recebido durante a correção era de 97,6 bilhões de yuans (cerca de R$45,7 bi). 

O auditor também afirmou que 2.116 regras e regulamentos governamentais foram formulados e revisados no processo.