Papa pede a Assad que garanta 'direitos humanos' de sírios

Pontífice entregou carta ao presidente da Síria

Na carta enviada pelo papa Francisco ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, o líder católico pediu que seja "garantido que os direitos humanos internacionais sejam plenamente respeitados no que toca à proteção dos civis e o acesso à ajuda humanitária".    

O documento, entregue pelo cardeal Mario Zenari, que atua como núncio apostólico em Damasco, pede ainda que Assad e a comunidade internacional "ponham um fim à violência" e consigam encontrar "uma solução pacífica para as hostilidades". 

Jorge Mario Bergoglio ainda condenou "todas as formas de extremisto e terrorismo de qualquer lado que elas possam vir".