Ataque a monastério na França deixa um morto

Nenhum dos religiosos foi atacado em Montferrier-sur-Lez

Um homem armado com uma arma de fogo e uma faca invadiu um monastério ao sul de Montferrier-sur-Lez, na França, e matou uma mulher na madrugada desta sexta-feira (25), informaram as autoridades locais. O homem ainda não foi localizado pela polícia.

Cerca de 60 monges e freiras moram no local, que conta com cinco empregados, e funciona como uma casa de repouso. Nenhum deles ficou ferido e as autoridades informaram que não há nenhuma ligação com o terrorismo religioso.

As primeiras informações apontam que a mulher que foi assassinada havia sido a responsável por ligar para a polícia e que, o criminoso, pode tê-la matado por ter percebido a ação. Ela foi morta com diversas facadas.