Filho de Trump viola lei ao publicar foto de cédula eleitoral

"É uma honra votar pelo meu pai", escreveu Eric em seu perfil no Twitter

Eric Trump, filho do candidato republicano Donald Trump, publicou no Twitter uma foto da cédula de votação preenchida, violando uma lei em vigor em Nova York desde 1890. "É uma honra incrível votar pelo meu pai", escreveu Eric, sem se dar conta da ilegalidade. 

A legislação local proíbe eleitores de mostrarem a cédula preenchida, norma que foi estendida às redes sociais por um tribunal federal de Manhattan na semana passada.

A lei prevê penas de até um ano de prisão e multas de até US$ 1 mil, embora nunca um cidadão tenha parado atrás das grades por causa dessa infração. Pouco depois de divulgar a foto, Eric a apagou de seu Twitter.

>> Após eleições, republicanos dominarão Congresso norte-americano

>> Vaticano pede para Donald Trump favorecer 'paz no mundo'

>> Obama telefonou para Trump, diz chefe de campanha republicana

>> Eleição de Trump não muda relação entre EUA e Brasil, diz Michel Temer

>> Manifestantes protestam contra eleição de Trump nos Estados Unidos

>> Donald Trump é eleito novo presidente dos Estados Unidos

>> Entre o imprevisível e o calculável: EUA decidem entre Trump e Hillary

>> Financial Times: EUA escolhem entre a ameaça do 'urso' e a dos 'cupins'

>> NYT: Extremistas que apoiam Trump sentem que já são vencedores

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais