Brasil divulga comunicado apoiando 'diálogo' na Venezuela

Nota também é assinada por outros sete países da América Latina

O Brasil e outros sete países da América Latina divulgaram uma nota encorajando a "manutenção do diálogo" entre governo e oposição na Venezuela.    

O comunicado pede para os dois lados utilizarem a linguagem "com prudência, logrando assim superar a polarização na qual se encontra a sociedade venezuelana". "Isso permitirá tomar decisões que beneficiem integralmente o país", diz o texto.    

Além disso, a nota, que também é assinada por Argentina, Chile, Colômbia, Guatemala, México, Paraguai e Uruguai, destaca a mediação do Vaticano na crise e manifesta a disposição dos países de "colaborar no que seja necessário". 

"Reconhecemos os sinais positivos dos últimos dias, como a libertação de presos - esperamos que se acelere e que aumente o número de beneficiários desta medida -, assim como a suspensão das marchas por parte da oposição para dar oportunidade ao diálogo. Manter esta vontade nestes momentos é decisivo para o país", afirma o comunicado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais