França evacua 1,5 mil crianças de campo de Calais

O acampamento de imigrantes deve ser fechado em até 48 horas

A França realizou nesta quarta-feira (2) a evacuação de 1,5 mil crianças órfãs ou desacompanhadas do centro de acolhimento de Calais, no norte do país. Cerca de 70 ônibus foram usados para deslocar os menores para outros abrigos espalhados em toda a França. A maioria deles é do Afeganistão, Sudão e Eritreia, e queria atravessar o Canal da Mancha em direção ao Reino Unido com o objetivo de encontrar seus parentes.    

Nos últimos dias, o presidente da França, François Hollande, e a premeir britânica, Theresa May, entraram em conflito após o francês exigir que Londres assuma parte da responsabilidade pelos menores. A evacuação das crianças que se perderam de seus familiares é uma das últimas etapas para a desativação total do centro, conhecido como "selva de Calais". Dentro de 48 horas, a França deve concluir todo o processo, iniciado em 24 de outubro. 

"A evacuação de 1,5 mil crianças e jovens sem familiares que viviam em containers em Calais terminou agora há pouco", publicou o jornal "Le Figaro", citando fontes do governo. Seis mil imigrantes viviam no acampamento, que se formou espontaneamente por indivíduos que viajavam a Calais para cruzar o Canal da Mancha rumo ao Reino Unido. A cidade entrou na rota migratória por abrigar o Eurotúnel. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais