Iêmen: bombardeio saudita em funeral deixa 82 mortos e mais de 500 feridos

O Ministério da Saúde do governo houthi informou que o ataque realizado pela coalizão saudita em um funeral na cidade de Sanaa neste sábado deixou pelo menos 82 mortos e 534 feridos. 

Mais cedo, a imprensa local divulgou que um grande bombardeio realizado pela coalizão liderada por Riad destruiu o prédio onde estava sendo realizado o velório do pai do ministro do Interior do Iêmen, Jalal al-Roweishan, matando e ferindo centenas de pessoas. 

O Iêmen se encontra mergulhado em um sangrento conflito civil desde 2014, colocando em lados opostos os rebeldes houthis e as forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, apoiado pela Arábia Saudita, que desde março de 2015 realiza ataques junto com outros países árabes contra posições dos houthis no Iêmen.  De acordo com um balanço divulgado pelas Nações Unidas em agosto, mais de 10 mil civis foram mortos em território iemenita desde o início dos bombardeios da coalizão.