Países do Golfo pedem intervenção da ONU em Aleppo

O Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) solicitou ao Conselho de Segurança da ONU a adoção de medidas para por fim ao bombardeio da cidade síria de Aleppo, informou a agência saudita SPA.

"O secretário-feral do conselho declarou que os países do CCG estão exigindo do Conselho de Segurança da ONU uma imediata intervenção, para parar a agressão contra a cidade de Aleppo e acabar com o sofrimento do povo sírio", informou o comunicado da organização.

Além disso, os Estados do Golfo apontaram para a necessidade de cumprir as resoluções do Conselho de Segurança sobre a crise síria. Em 12 de setembro, entrou em vigor uma nova trégua na Síria, no âmbito de um pacote de acordos entre Moscou e Washington para a resolução da crise. 

Uma semana depois, em 19 de setembro, o exército sírio abandonou o cessar-fogo alegando inúmeras violações pelos insurgentes, e dois dias depois da coalizão, liderada pelos EUA, ter bombardeado as forças do governo sírio em Deir ez-Zor, provocando a morte de 80 soldados.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais