Dois alpinistas italianos morrem após acidente nos Apeninos

Corpos de Roberto Iannilli e Luca D'Andrea foram achados juntos

Dois conhecidos alpinistas italianos, Roberto Iannilli e Luca D'Andrea, morreram durante uma escalada na face norte do monte Camicia, que tem 2,5 mil metros de altitude e fica na cordilheira dos Apeninos, região central da Itália.

Os dois caíram em um precipício e não resistiram aos ferimentos. Seus corpos foram achados juntos, presos por uma corda, e irreconhecíveis. "O que quer que tenha acontecido, foi pura fatalidade. Eles estavam entre os melhores alpinistas da Itália, eram pessoas corretas e sempre prudentes", declarou à ANSA o alpinista Italo Fasciani.

Iannilli, em especial, era conhecido por ter aberto centenas de novos caminhos nas montanhas da Itália e do mundo. Porém ele era particularmente ligado ao maciço de Gran Sasso, onde fica o monte Camicia.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais