Gráfica de Nápoles falsifica nova nota de 20 euros

Guarda de Finanças descobriu gráfica clandestina na província

A Guarda de Finanças da Itália descobriu na província de Nápoles, no sul do país, uma gráfica clandestina que falsificava a nota de 20 euros lançada em novembro passado. 

Segundo o órgão, trata-se do primeiro local na Europa criado com o propósito de produzir cópias da nova cédula. Ao todo, cinco pessoas foram presas. Além de imprimirem a nota, os acusados também mantinham um depósito no qual foram encontrados cerca de 7 milhões de euros (R$ 25,2 milhões) em cédulas falsas prontas para entrarem no mercado. 

A gráfica ficava na cidade de Casavatore, um dos municípios da província de Nápoles, na região da Campânia. Com maquinário sofisticado e tecnologias avançadas, ela havia sido montada dentro de um apartamento que está no nome de duas mulheres. Já o trabalho de falsificação em si era realizado por três homens. 

Similar à anterior em termos de design e cores, a nova cédula possui inovações gráficas que deveriam dificultar sua reprodução. A nota de 20 euros é a mais difundida na Europa, por isso é alvo frequente de falsificadores. (ANSA)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais