Greenpeace hasteia bandeira anti-TTIP em Madrid para visita de Obama

Ativistas da Greenpeace penduraram um cartaz contra o acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) num dos edifícios mais famosos de Madrid na véspera da visita do Presidente dos EUA Barack Obama à Espanha, disse a organização de ambiente no domingo.

O cartaz, com a inscrição em Inglês "Sim, nós podemos parar o TTIP", escrita em fundo amarelo de 60 metros quadrados, foi colocado no edifício Metrópolis, localizado no centro da capital espanhola, disse a Greenpeace da Espanha num comunicado publicado no seu site.

Obama iniciou sua visita à Espanha no sábado. A visita foi marcada por várias ações de protesto de organizações e associações não governamentais. Os participantes das ações de protesto expressaram sua oposição ao TTIP, bem como à permanência de tropas norte-americanas nas bases espanholas.

"O Sr. Obama gostaria de ter assinado o acordo antes do término do seu mandato, e todas as indicações mostram que isso não será possível porque as eleições presidenciais [nos EUA] terão lugar em novembro… O presidente dos EUA, Sr. Obama, está preocupado. E ele tem todas as razões para estar [preocupado], porque ele sabe que 'Nós podemos parar o TTIP'. E vamos fazer isso", disse a organização Greenpeace.

O TTIP, em negociações desde 2013, envolve a criação da maior zona de livre comércio do mundo. Além dos EUA e dos países da UE, pretendem entrar no projeto Canadá, México, Suíça, Liechtenstein, Noruega e Islândia, bem como os países candidatos a aderir à UE.