Nos EUA, morre a mulher mais velha do mundo

Agora, posto de mais idosa pertence à italiana Emma Morano

Faleceu na noite desta quinta-feira (12), aos 116 anos, a norte-americana Susannah Mushatt Jones, considerada a mulher mais velha do mundo pelo Livro dos Recordes. Segundo informações dos EUA, ela faleceu casa de repouso onde vivia em Nova York. Jones, que nasceu em 1899, assumiu o posto de mais idosa após o falecimento da japonesa Misao Okawa, 117 anos, no ano passado.

    Com o falecimento da norte-americana, quem detém o título de mulher mais velha do mundo é a italiana Emma Martina Luigia Morano, 116 anos, que nasceu no dia 29 de novembro de 1899 - poucos meses após Jones. Atualmente, a italiana vive em Pallanza (Verbania) e é a única pessoa do mundo que nasceu antes do dia 1º de janeiro de 1900.

    Morano tornou-se a mulher mais longeva da Itália e da Europa no dia 2 de abril de 2013 e é, até hoje, a mulher que mais tempo viveu na história da Itália. (ANSA)