Milhares de camarões são achados mortos no Chile

A praia chilena de Lisera, em Arica, província que faz fronteira com o Peru, amanheceu com uma cena peculiar nesta terça-feira (10). Milhares de camarões anões foram encontrados mortos na areia e preocuparam as autoridades e a comunidade científica locais.

O Serviço Nacional de Pesca Marinha recolheu amostras para determinar as possíveis causas do acontecimento. Uma das hipóteses é a interferência do fenômeno El Niño, que provoca um aquecimento anormal das águas. No entanto, os cientistas não descartam a possibilidade de influência humana.

As autoridades alertaram os cidadãos para evitarem qualquer contato com os animais mortos e especialmente para não consumi-los, uma vez que a provável causa dessa morte em massa seria a alta temperatura da água e a baixa quantidade de oxigênio.

No último fim de semana, pescadores já haviam descoberto pelo menos 20 toneladas de sardinhas encalhadas na costa da região chilena de Araucania. Desde o início de 2015, foram registradas no país uma série de mortes em massa de animais marinhos provocadas por poluição e intoxicação.