Itália prende esloveno suspeito de terrorismo

Jovem de 26 anos recrutava aspirantes a jihadistas

A Itália anunciou neste domingo (8) a prisão de um esloveno de 26 anos suspeito de terrorismo e de recrutar aspirantes a jihadistas. 

"Uma operação contra a ameaça do terrorismo internacional foi levada adiante com sucesso pelos policiais do Reagrupamento Operativo Especial (Ros), que, em colaboração com a polícia eslovena, prenderam um cidadão de 26 anos", disse o ministro do Interior da Itália, Angelino Alfano. 

O ministro elogiou comandante Tulio Del Sette pela operação, coordenada pela justiça de Veneza, a qual também conduziu investigações desde o início do ano que levaram à prisão de dois cidadãos da Macedônia, um de 28 anos e outro de 37. A necessidade de manter o nível de alerta na Europa foi recomendada recentemente pelo diretor da Europol, Rob Wainwright. 

"A ameaça ainda é muito alta, a pior desde o 11 de setembro, e temo que possivelmente ocorra outro atentado no futuro, na Europa", comentou. 

O continente permanece sob alvo de extremistas do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis), que em novembro de 2015 conduziu uma série de atentados na capital francesa, Paris.