'BBC': Lava Jato e legado de Fujimori marcam eleição presidencial no Peru

Matéria publicada neste domingo (9) pela BBC, conta que após uma campanha influenciada por revelações da operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras, e marcada por polêmicas envolvendo a candidata favorita, Keiko Fujimori, 23 milhões de peruanos vão às urnas para eleger um novo presidente, dois vice-presidentes e os congressistas do país.

Segundo a reportagem da BBC, as notícias sobre a Lava Jato ocuparam as manchetes dos jornais e sites peruanos em várias ocasiões durante a corrida pela presidência, embora as maiores polêmicas tenham sido ligadas a Keiko ? e em especial, ao legado de seu pai, Alberto Fujimori, presidente do país entre 1990 e 2000. Ele está preso cumprindo uma pena de 25 anos por crimes contra a humanidade.

A BBC diz que segundo analistas, os candidatos peruanos mais prejudicados pelo escândalo brasileiro teriam sido os que hoje têm poucas chances de vitória: os ex-presidentes Alan García (1985-1990 e 2006 a 2011) e Alejandro Toledo (2001 a 2006). Isso porque alguns dos negócios feitos no Peru com empreiteiras brasileiras ? e questionados pela operação ? foram fechados durante suas gestões.

"A Lava Jato teve um impacto significativo na opinião pública peruana", disse à BBC Brasil o economista Carlos Aquino, professor da Universidade Mayor de San Marcos, em Lima, capital do Peru.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais