Filho de Menem é condenado à prisão por assalto na Argentina

Por ser réu primário, ele teve a pena suspensa

O filho do ex-presidente argentino Carlos Menem (1989-1999), Carlos Nair Menem, foi condenado a três anos de prisão por roubo a mão armada.

O episódio foi registrado em maio do ano passado, quando ele assaltou a amiga de sua irmã Zulema, Silvana Stochetti.

De acordo com a legislação argentina, no entanto, sua pena foi suspensa, por se tratar de réu primário e a pena não ter passado de três anos.

Ele recebeu o benefício com a condição de que não se aproxime de Stochetti novamente.

Seu advogado, Diego Storto, explicou, em entrevista a agência de notícias local "Télam", que ele permanece preso por outra acusação, de porte ilegal de uma arma que tinha sua numeração apagada.