Egito descobre enormes túneis do Hamas

Os atalhos conectam a Faixa de Gaza com a Península do Sinai

O Hamas cavou túneis na fronteira do Egito, que são grandes o suficiente para permitir que veículos do tamanho de caminhões possam percorrer o local, de acordo com funcionários da segurança egípcios. 

Os túneis conectam a Faixa de Gaza com a Península do Sinai e estão sendo construídos a fim de compensar os túneis que foram inundadas ou bloqueadas pelos egípcios. Estes enormes túneis, alguns dos quais se estendem por mais de três quilômetros, são projetados para atravessar a zona de segurança do Egito, configurada entre a fronteira com Gaza e o Sinai. 

Esta zona de segurança - que varia entre meio quilômetro e um quilômetro de comprimento no lado egípcio - foi esvaziada de quaisquer edifícios ou pessoas. A área também foi inundada a fim de bloquear os eixos existentes nos túneis. Estes túneis são destinadas a transferir combatentes e armas, bem como materiais de construção e outras importações, em um esforço por parte do Hamas de romper o cerco econômico imposto à Faixa, disseram as autoridades egípcias. 

Israel estima que o aumento recente do número de colapsos de túneis em Gaza, nos últimos meses, é devido a dificuldade na obtenção de materiais para apoiar estruturalmente os túneis - principalmente madeira e cimento. Para substituir esses materiais, o Hamas está usando fibra de vidro, que também é ilegal importar para a Faixa. O Hamas ainda tenta contrabandeá-lo, mesmo que o material não possa suportar a mesma quantidade de peso como o cimento.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais