Castro faz apelo por acordo de paz entre Colômbia e Farc

O presidente de Cuba, Raúl Castro, fez um apelo aos negociadores de paz colombianos e aos membros da guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para que "cheguem a um acordo de paz o mais rápido possível". O mandatário participou de um encontro com as duas partes, na noite de ontem (17), no Palácio da Revolução, em Havana. As negociações de paz, iniciadas em 2012, ocorrem em Cuba.    

Participaram do encontro o principal negociador do governo colombiano, Humberto de la Calle, o alto comissário de paz Sergio Jaramillo, e a chanceler María Ángela Holguín. As Farc foram representadas pelo chefe da delegação negociadora, Iván Márquez, e pelos guerrilheiros Pastor Alape e Carlos Antonio Lozada. De acordo com o jornal oficial cubano "Granma", o encontro ocorreu em um "ambiente construtivo". "Os participantes demonstraram o interesse compartilhado de continuar avançando para alcançar, no mais breve possível, um acordo que permita colocar um fim ao conflito de mais de 50 anos e conquistar uma paz estável e duradoura na Colômbia".    

As negociações de paz começaram em novembro de 2012, em Havana.    

A meta é alcançar um acordo até o próximo mês de março.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais