O amor de Deus não é como das novelas, diz Papa Francisco

Durante a audiência geral desta quarta-feira (13), o papa Francisco disse, em mais uma de suas declarações inusitadas, que o amor de Deus "não é como o das novelas".    

Dando início a uma série de sermões sobre a misericórdia, Bergoglio explicou que o amor divino, ao contrário das telenovelas, "dá o primeiro passo, é independente do mérito humano, mas sim da gratidão. É a solicitude divina que nada pode parar, nem mesmo o pecado, porque ele sabe perdoar pecados e vencer o mal".    

Ainda segundo Francisco, "Deus se proclama grande no amor e na fidelidade" e "apesar de ser grande, ama as coisas pequenas". 

Na semana passada, o argentino já havia dito que a palavra amor estava sendo usada com tanta frequência que perdeu seu sentindo para muitas pessoas, que não tem mais o significado representado nas telenovelas. 

"Às vezes pensamos no amor das novelas, não, aquilo não parece amor. Ou o amor pode parecer um entusiasmo por uma pessoa e depois… se apaga. De onde vem o verdadeiro amor? Quem ama foi gerado por Deus, porque Deus é amor", concluiu na ocasião.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais