Após 48h de chuvas intensas, Calábria conta prejuízos

Áreas ficaram devastadas e há ainda riscos de deslizamentos

 Após mais de 48 horas de chuvas intensas, a região da Calábria começa a contar os prejuízos.    Nesta segunda-feira (02), o clima voltou a ficar ameno, mas os riscos de deslizamento ainda são grandes. Segundo cálculos de institutos italianos, algumas áreas registraram cerca de 600 milímetros de água e ventos de até 80 km/h. As situações mais críticas ocorrem na província de Reggio Calabria, nas cidades de Ardore, San Ilario, Bovalino, Bianco e Santa Lucia. Os bombeiros e a defesa civil registraram mais de 200 chamadas por socorro.    

Muitas estradas ainda estão bloqueadas por deslizamentos e as autoridades continuam monitorando dezenas de áreas que podem sofrer com o problema ou com o excesso de água. Uma parte de uma linha ferroviária chegou a ser arrancada pela força dos rios e o transporte está bastante prejudicado.    

Uma pessoa morreu e seu corpo foi encontrado ontem (01) pelos bombeiros. Salvatore Comandè foi achado a cerca de 250 metros de onde seu carro foi arrastado pelas águas. Sua filha de 17 anos, que viajava no mesmo veículo, foi salva graças a ajuda de moradores locais que a resgataram das águas.