Resultados parciais apontam vitória de partido de Erdogan

Partido AKP, conservador, lidera pesquisas na Turquia

O Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, na sigla em turco), do presidente da Turquia, Tayyip Recep Erdogan, conseguiu mais 50% dos votos, apontam contagens preliminares.    

Segundo sondagens, com quase 80% das urnas contabilizadas, o AKP tem 51% dos votos. Desta forma, o governo pode contar com maioria absoluta, indispensável para formar um governo Executivo sem a necessidade de alianças.   

Com o novo pleito legislativo, Erdogan espera que sua sigla recupere o domínio no Congresso e coloque em prática seu grande objetivo, que é alterar a Constituição e implantar o presidencialismo na Turquia. A decisão de realizar o pleito foi tomada após o primeiro-ministro Ahmet Davutoglu, aliado do chefe de Estado, não ter conseguido formar um novo governo em junho deste ano. Isso porque, na votação legislativa passada, o partido conservador AKP, ao qual pertencem os dois, perdeu pela primeira vez em 13 anos sua maioria no Parlamento. 

Os turcos foram às urnas neste domingo em meio a clima tenso no país, sobretudo no sudoeste, de maioria curda, onde conflitos deixaram centenas de mortos nos últimos meses.