Parlamento do Irã aprova acordo nuclear com grandes potências

Pacto reduz ameaça nuclear e favorece a economia iraniana

Os deputados iranianos aprovaram nesta terça-feira (13/10) o acordo nuclear concluído com as grandes potências há três meses, o que permitirá sua aplicação, informou a imprensa oficial.

Os parlamentares aprovaram o acordo que prevê a suspensão das sanções internacionais contra o Irã em troca do compromisso do país de não produzir armamento atômico e de reduzir o programa nuclear civil, com 161 votos a favor, 59 contrários e 13 abstenções. 

A votação encerra um intenso debate entre os defensores do acordo e seus críticos,os conservadores, que são maioria no Parlamento, que consideravam que o texto favorecia mais as grandes potências do que Teerã.

Mas os conservadores foram obrigados a considerar que o acordo foi aceito pelo guia supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei.

A aprovação no Parlamento aconteceu depois que os republicanos americanos, maioria no Congresso em Washington, não conseguiram derrubar o acordo.

Agora não há mais impedimentos para a aplicação do acordo por parte dos signatários: Irã, Estados Unidos, China, Rússia, Grã-Bretanha, França e Alemanha.

A suspensão das sanções permitirá ao Irã estimular sua economia, enquanto as grandes potências consideram que a ameaça nuclear iraniana será reduzida, em uma região de muitos conflitos.

O acordo foi anunciado em 14 de julho em Viena, depois quase dois anos de intensas negociações.

Por Denise de Almeida