Ataque aéreo de Israel mata mulher grávida e filha em Gaza

Um bombardeio israelense na Faixa de Gaza matou neste domingo (11) uma mulher palestina, que estava grávida, e sua filha de 2 anos, ao derrubar a casa em que elas estavam.

De acordo com o porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, Ashraf al Qedra, outros quatro membros da família ficaram feridos.

Já são 23 palestinos mortos desde o começo de outubro e mais de mil feridos. O bombardeio da aviação israelense seria uma represália pelo lançamento de um foguete contra Israel, interceptado pelo escudo antimísseis do país, no sábado (10).