Comandante do Fatah é morto e campo palestino no Líbano

O coronel Talal al Urduni, comandante do Fatah - movimento do presidente palestino, Mahmud Abbas - foi morto com dois tiros, por dois homens não identificados, neste sábado (25/7) quando caminhava pelo campo de refugiados palestinos Ain al Helweh no sul do Líbano.

Um dos seguranças do comandante morreu e o outro ficou ferido.

Talal al Urduni comandava a divisão da Segurança Nacional palestina em Ain al Helweh, o maior dos 12 campos de refugiados palestinos no Líbano.

Em virtude de um acordo após a guerra civil (1975-1990), o Exército libanês não entra nos campos de refugiados da Palestina.