Meia-irmã relata 'orgulho' pelo sucesso de Obama

Presidente do EUA visitará o Quênia no fim de semana

Às vésperas da histórica visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao Quênia, terra de sua família paterna, sua meia-irmã que vive no país, Auma Obama, disse estar orgulhosa pelo fato de ver seu sobrenome conhecido no mundo inteiro.

    Os dois se conheceram apenas adultos, quando o futuro homem mais poderoso do planeta a convidou para visitar Chicago após tê-la contatado por carta. Auma é filha de Barack Obama (1936-1982), pai do mandatário norte-americano e que retornara ao Quênia quando ele ainda era criança.

    "Estou muito orgulhosa do nosso sobrenome, meu irmão o levou lá para cima, deixou nossa marca no mundo", disse a meia-irmã, que tem 55 anos, à emissora "CNN". Na África, ela dirige uma entidade beneficente que cuida de crianças desfavorecidas.

    Obama deve chegar ao Quênia nesta sexta-feira (24) e fica no país até domingo (26). Nesse período, o mandatário participará de um fórum de empreendedorismo em Nairóbi, mas não está prevista nenhuma passagem por Kogelo, vilarejo de origem de sua família paterna.

    Ele será o primeiro presidente dos Estados Unidos na história a fazer uma viagem oficial à nação africana, embora já o tenha visitado quando era senador, em 2006. (ANSA)