Japão enforca 12º condenado à morte desde 2012

Tsukasa Kanda, 44 anos, foi enforcado no Japão nesta quinta-feira (25) e tornou-se assim o 12º condenado a ser morto pelo Estado desde que o primeiro-ministro, Shinzo Abe, assumiu o poder, em dezembro de 2012.

Acusado pelo sequestro, roubo e morte de uma mulher em 2007, ao lado de outros dois homens, ele foi condenado pelo crime no mesmo ano. A Anistia Internacional criticou a execução e disse que o governo Abe está tomando as medidas "para desviar a atenção pública" dos recentes problemas econômicos do país.

A última execução japonesa tinha ocorrido em agosto de 2014. Ao todo, o Japão tem outros 130 presos esperando no corredor da morte.