Estado Islâmico lança ofensiva para reconquistar Kobane, na Síria

Cidade foi dominada por forças curdas em janeiro

O grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) lançou uma ofensiva para reconquistar a cidade de Kobane, na Síria, informou nesta quinta-feira (25) o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (Ondus). 

As forças curdas tinham dominado a cidade, que fica próxima à fronteira com a Turquia, em janeiro, com o apoio da coalizão internacional contra o EI liderada pelos Estados Unidos. O confronto ganhou projeções simbólicas e foi amplamente noticiado pela imprensa mundial. As autoridades turcas negaram que os extremistas tenham usado o território do país para poder entrar em Kobane.

"As especulações de que os militantes do EI chegaram a Kobane via Turquia são infundadas", disse o governo da província de Sanliurfa. Já agência de notícias curda Rudaw informou que os extremistas teriam penetrado na cidade usando roupas curdas para se infiltrarem. Os ataques lançados pelo EI, envolvendo dois carros-bombas, teriam provocado 25 mortos e mais e 75 feridos. A Ondus também informou que uma série de confrontos entre jihadistas do EI e militares sírios em Hasakeh, perto de Kobane, deixou mais de 50 pessoas mortas. (ANSA)