Próximo 'Charlie' sairá na 2ª metade de fevereiro

Última edição do jornal satírico francês foi publicada no dia 14 de janeiro

A próxima edição do jornal satírico francês "Charlie Hebdo", alvo de um atentado terrorista que deixou 12 mortos, não deve sair antes da primeira metade de fevereiro, segundo o diário "Libération".    

O último número do semanário foi publicado no dia 14 de janeiro, quarta-feira seguinte ao ataque, e trazia uma charge do profeta Maomé na capa. Até o momento, a edição teve uma tiragem de 7 milhões de exemplares, sendo 6,3 milhões na França e 700 mil no exterior.    

Para esta semana, estão previstas outras 300 mil cópias suplementares. No Brasil, o jornal chegou nesta quinta-feira (29), após atrasos devido a problemas logísticos. Segundo o advogado do "Charlie", Christophe Thévenet, a equipe do satírico precisa de tempo para fazer o próximo número.    

No momento, os funcionários estão debruçados sobre questões ligadas ao futuro do semanário, começando por quanto tempo eles continuarão a trabalhar na redação do "Libération", que os abrigou após o atentado.