Presidente do Iêmen é mantido refém por rebeldes

O premier do Iêmen, Khaled Bahhah, está a salvo "em um lugar seguro", após rebeldes xiitas terem invadido a sede do Governo na última terça-feira, dia 20. Fontes próximas ao presidente Abdel Hadi Mansur, no entanto, disseram que ele não teve a mesma sorte e que está sendo mantido sob "prisão domiciliar" pelos dissidentes. As informações foram foram divulgadas pela emissora árabe al Arabiya.    

Os Houthi começaram a agir em setembro do ano passado no país, sendo que a capital, Sana, foi tomada nos últimos dias por ações que resultaram em enfrentamentos com militares.    Na última segunda-feira, dia 19, a ministra das Informações, Nadia Sakkaf, disse que o país está "à beira de um golpe de Estado".