Irmã de ditador norte-coreano pode visitar Seul em 2015

A irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un deve integrar uma comissão de alto nível de Pyongyang que visitará a Coreia do Sul em março para um festival gastronômico regional. Os dois países mantêm relações diplomáticas conturbadas desde a Guerra da Coreia (1950-1953).    

A notícia da viagem de Kim Yo-jong, de 27 anos, a Seul foi dada pelo jornal "The Korea Economic Daily", mas, até o momento, o Ministério da Unificação de Seul não confirmou. O ministério também informou que o plano teria sido "anulado" há dois meses, pois as delegações de ambos os países não conseguiram superar suas diferenças para participarem juntas do festival. O evento gastronômico foi organizado para celebrar o 70º aniversário da independência da Coreia, em relação à ocupação japonesa.    

Caso seja confirmada, será a primeira visita à Coreia do Sul de um membro de alto escalão da família que governa a Coreia do Norte.