Papa pede a sacerdotes que 'não sejam mercenários'

O papa Francisco disse, em missa realizada neste domingo (23), que o povo de Deus possui "um olfato infalível para reconhecer os bons pastores e os diferenciar dos mercenários". "Todos os que na Igreja somos chamados a ser pastores, não podemos desviar-nos deste modelo se não queremos converter-nos em mercenários", disse, durante evento religioso na Praça São Pedro que marcou a canonização de seis beatos - quatro italianos e dois indianos.    

Mario Jorge Bergoglio propôs aos fiéis que tenham a figura de Cristo como um modelo de ternura e destacou o "amor do pastor com o seu rebanho".    Ainda de acordo com ele, cada um dos beatos canonizados hoje, Giovanni Antonio Farina (1803-1888), Kuriakose Elias Chavara (1805-1871), Ludovico da Casoria (1814-1885), Nicola da Longobardi (1650-1709), Eufrasia Eluvathingal (1877-1952) e Amato Ronconi (1226-1292), responderam com "extraordinária criatividade" aos mandatos de amor de Deus ao próximo.