Veneno de rato pode ter matado mulheres na Índia

As autoridades sanitárias da Índia descobriram veneno de rato nos medicamentos prescritos para 14 mulheres que morreram após cirurgia de esterilização, na última semana. A informação foi divulgada neste sábado (15), pela mídia indiana.

Os casos ocorreram no estado de Chhattisgarh. Segundo um funcionário do Departamento de Saúde do estado, um exame mostrou que "as condições de saúde das mulheres podem ter piorado depois que tomaram remédio contaminado com fósforo do zinco, substância encontrada em venenos para ratos", revelou.

O governo de Chhattisgarh formou uma comissão para investigar o incidente que suspendeu um programa de esterilização voluntária, que havia sido iniciado no último dia 8. Cerca de 80 mulheres foram operadas em cinco horas. A comissão, liderada por um ex-juiz, deverá apresentar uma definição sobre o caso em três meses.

Nos últimos dias, a policia também investigou fábricas de remédios. Em uma fábrica de Raipur, responsável pela fabricação do remédio que causou a morte das mulheres, foram encontrados vestígios de fósforo de zinco. Dois diretores foram presos.