Justiça italiana condena professoras por maus tratos

Quatro funcionárias de uma creche municipal em Conselice, na região de Ravenna, foram condenadas por maus tratos. Entre 2006 e 2010, elas teriam cometido agressões, xingamentos e castigos contra ao menos 42 crianças, entre um e três anos.

A coordenadora Monica Medri, de 52 anos, pegou três anos e dois meses de prisão. Já a Aba Nigro, de 45 anos, foi condenada a um ano e oito meses de prisão, mesma pena da professora Michela Brunetti, de 45 anos. Já a professora Alba Alberti, acusada de ser cúmplice dos maus tratos das outras professoras, ainda não teve a pena definida.

Segundo a polícia, além dos diversos tipos de agressão física, as professora ofendiam as crianças, principalmente, as estrangeiras. Uma criança chegou a ser obrigada a comer o próprios vômito, de acordo com testemunhas.