Presidente da Ucrânia pede ao mundo que evite uma nova guerra mundial

No dia do aniversário do fim da Primeira Guerra Mundial, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, pediu ao mundo que evite uma nova guerra. "Quero dar fim a outra guerra e não dar nenhuma chance a ninguém de começar uma Terceira Guerra Mundial", escreveu o mandatário em sua conta no Twitter.

No Facebook, Poroshenko acrescentou que "duas guerras mundiais bastaram para a humanidade se render às vantagens da competição e da concorrência pacífica". De acordo com o líder, nas guerras não existem vencedores, nem derrotados - apenas sobreviventes.

Quem fez coro ao discurso de Poroshenko foi a alta representante da União Europeia para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini. "As sanções estão sempre sobre a mesa", disse a italiana pedindo que a Rússia cumpra sua parte no acordo de cessar-fogo assinado em Minsk, na Belarus.