Mulheres morrem após esterilização na Índia

Após passar por cirurgia de esterilização no último domingo (9), oito mulheres morreram e 29 foram internadas no estado de Chattisgarh, na Índia.  As informações foram divulgadas pela imprensa do país nesta terça-feira (11).

Após as mortes, o governo indiano suspendeu o programa de esterilização voluntária. Além disso, quatro médicos foram denunciados, acusados de negligência. 

Segundo as primeiras investigações, as mulheres teriam morrido por septicemia (infecção generalizada) em um hospital na cidade de Bilaspur.

Depois das cirurgias, no último sábado (8), as mulheres receberam alta, mas após 24 horas começaram a sentir fortes dores abdominais. Outras 29 mulheres, que haviam passado pela cirurgia, foram internadas. As vítimas têm entre 22 e 32 anos.