Ryanair cancela calendário anual com tripulação seminua

Autoridade de Normas de Publicidade considerou a ação "machista" e "degradante"

Conhecida por publicar, anualmente, um calendário polêmico com mulheres membros da tripulação usando biquínis, a companhia aérea irlandesa Ryanair decidiu que cancelar a publicação. As informações são do Daily Mail.

O calendário é publicado desde 2008. O projeto, que costuma arrecadar grandes quantidades de dinheiro para instituições de caridade, recebeu uma série de críticas nos últimos anos.

Em 2011, milhares de pessoas assinaram um petição contra a Ryanair, para proibir os anúncios. O calendário foi proibido pela Autoridade de Normas de Publicidade, que considerou a ação "machista" e "degradante".

A companhia aérea anunciou que planeja criar uma nova forma de arrecadação anual. O novo projeto, que ainda não foi revelado, será lançado em dezembro deste ano.