Diretora do Serviço Secreto americano renuncia após falhas

Julia Pierson, diretora do Serviço Secreto dos Estados Unidos, agência que faz a proteção do presidente Barack Obama, renunciou ao cargo após falhas na segurança da Casa Branca terem sido registradas nos últimos dias, informou o Departamento de Segurança Interna. Ela foi a primeira mulher na história do país a assumir o cargo.    

Joseph Clancy, ex-agente especial encarregado da Divisão de Proteção Presidencial deve assumir o cargo como diretor interino. Ainda ontem, dia 30, as falhas do Serviço Secreto foram alvo de questionamento no Congresso norte-americano.    

Na ocasião, Pierson assumiu "toda a responsabilidade" pela invasão, assim como outros episódios similares. "O que aconteceu é inaceitável e nunca vai acontecer de novo", acrescentou. Os Serviços Secretos norte-americanos voltaram a falhar quando permitiram que um homem armado e com antecedentes criminais entrasse no elevador onde se encontrava Barack Obama, apontou o jornal local "Washington Post". 

Esta foi só mais uma das falhas registradas nos últimos dias. No mês passado, um homem armado invadiu a Casa Branca e chegou até a porta da sede da Presidência norte-americana.