Obama diz ter 'subestimado' avanços do Estado Islâmico na Síria

O governo dos Estados Unidos "subestimou" os avanços do grupo jihadista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) na Síria, declarou o presidente Barack Obama.    

O mandatário disse aidna, em entrevista ao programa "60 minutes", que Washington "superestimou" a capacidade do país de combater os milicianos.    

A entrevista, que teve um pedaço divulgado antecipadamente, será transmitida na noite deste domingo.

O premier britânico, David Cameron, por sua vez, se mostrou favorável a ampliar a participação militar do Reino Unido nos bombardeios aéreos contra o Estado Islâmico.