El País publica artigo sobre a relação romântica entre Brasil e Espanha

O correspondente do periódico espanhol El País no Brasil, Juan Arias, escreveu um artigo sobre a chegada da sucursal do veículo em território brasileiro - "esse jornal agora também fala português" -, destacou o jornalista na primeira frase do seu texto. Arias romantizou a chegada do El País, dizendo que "foi um abraço das duas línguas "irmãs e grávidas de história e cultura, que embala uma invejável literatura mundial". O texto cita nome de personalidades memoráveis que falavam o português e o espanhol e questiona: "Devemos, então, falar todos em espanhol e português?".

Arias relembrou que o Brasil adotou há alguns anos uma lei que obrigava escolas públicas a ensinar a língua espanhola, mas que a medida não foi à frente e só terá sentido se houver vontade dos políticos e cidadãos em cumpri-la. O texto do artigo apresenta as diversidades e semelhanças das duas línguas, nas questões de fonética e pronúncia. O jornalista relembra a sua própria experiência com a língua portuguesa e os seus primeiros contatos com o idioma. O jornalista também destaca o desejo do brasileiro de conhecer a Espanha, assim como a sua recíproca admiração pela língua latina. 

"Tudo isto para dizer que eu amo este país e como parte de mim, mas às vezes algumas coisas da sua natureza ainda me causa irritação. Como tantos outros que deve irritá-los também no meu país. Fico feliz em ver que esta vocação mundial e latino-americana também decidiu falar português e daqui, do Brasil, adotar um brasileiro escrevendo", disse Arias. Ele conclui afirmando que as diferenças entre Brasil e Espanha são muito menores do que aquilo que une as duas nações.