Após cassação, Berlusconi se refugia em casa

Após perder o seu mandato no Senado italiano, o ex-premier Silvio Berlusconi deve permanecer o resto da semana recluso em sua mansão em Arcore, na região da Lombardia, onde passou a noite ao lado dos filhos. Ontem (27), o Cavaliere deixou o palácio Grazioli, sua residência em Roma, e retornou para o município localizado no norte do país, a cerca de 20 km de Milão.    

O ex-primeiro-ministro havia comandado uma manifestação contra a sua cassação na capital, mas saiu da cidade assim que foi concluída a votação. Até o momento, não está prevista sua volta para Roma, e sua agenda oficial não prevê nenhum compromisso público, ainda que sua intenção seja promover uma ofensiva midiática, com possíveis entrevistas aos seus canais de televisão.    

Também devem acontecer reuniões e contatos telefônicos com os advogados e os líderes do Forza Italia, partido liderado por Berlusconi, para decidir a estratégia da legenda agora que ele está fora do Senado.