Investigação sobre atirador de Paris chega à Argélia

As investigações sobre Abdelhakim Dekhar, o homem acusado pelos atentados contra a redação do jornal Libération e o banco Société Générale, em Paris, chegaram até a Argélia.  

Segundo sites de notícias árabes, a França pediu para as autoridades locais descobrirem se Dekhar esteve no país recentemente e, sobretudo, eventuais contatos que o homem tenha feito em sua nação de origem e em outros lugares da região.    

O objetivo é ter um panorama das atividades do acusado para entender se suas ações são gestos isolados ou parte de um projeto articulado com outras pessoas.