El Universal: Nicolas Maduro estima inflação em torno de 5% em novembro

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, disse que o seu país tem tudo para se posicionar como uma potência econômica na América Latina, estimando que a inflação de novembro deve ser inferior a 5%. Maduro acredita que o ano de 2014 será bom em todos os sentidos, farto de recursos que serão aplicados em novos investimentos. As previsões do presidente foram destaque neste fim de semana nas páginas do jornal El Universal, de Caracas.

Maduro justificou que a inflação está em baixa porque "muitos produtos estão pela metade do preço". O presidente pediu aos técnicos do Banco Central da Venezuela (BCV) e do Instituto Nacional de Estatística (INE) para avaliarem os fenômenos ofensivos da econômica, visando uma preparação para uma nova época de investimentos e bons resultados, prevendo ainda a valorização da moeda nacional e seu maior fortalecimento. O El Universal destacou também que o presidente comentou que está trabalhando para o bem da população, independente de posições políticas, e pretende definir a economia até 2019, com o intuito de levar a Venezuela a posição de maior potência econômica e que apóia o desenvolvimento social, já apresentando ações em missões principais de desenvolvimento político de uma democracia vital para o país.