Atentado com carro-bomba em Damasco deixa pelo menos sete mortos

Damasco – Pelo menos sete pessoas morreram e 15 ficaram feridas em atentado com um carro-bomba em um bairro no sul de Damasco, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). O atentado ocorreu no Tadamun, bairro controlado pelos rebeldes, mas atingiu um setor que se encontra em poder das forças fiéis ao presidente Bashar Al Assad.

“Alguns feridos estão em estado grave e diversos edifícios foram danificados”, informou o observatório, organização não governamental sediada em Londres.

A televisão pública síria atribuiu o ataque a “terroristas”, expressão que utiliza para designar as forças rebeldes. “Registrou-se uma explosão terrorista na Rua Nisrine, no bairro de Tadamun em Damasco, que provocou mortos e feridos”, informou a emissora sem fornecer um balanço preciso. O bairro de Tadamun fica na periferia sul de Damasco, perto do campo de refugiados palestinos de Yarmouk, palco de combates diários entre o Exército e os rebeldes.

A televisão estatal adiantou que no subúrbio de Barzeh, também na capital, as forças governamentais “mataram dezenas de terroristas e descobriram túneis que escondiam artefatos explosivos”. A emissora noticiou também combates contra supostos membros da organização Estado Islâmico do Iraque e do Levante, vinculada à Al Qaeda, na província oriental de Deir Al Zur, que provocaram a  morte de nove islamitas.