Israel vai construir mais de mil casas em territórios ocupados por palestinos

O Ministério da Habitação de Israel anunciou que vai construir 1.187 casas para colonos em territórios palestinos. A decisão ocorre a três dias da próxima rodada de negociações de paz entre israelenses e palestinos. As construções nessas áreas estão entre os principais entraves para as negociações. Para o governo brasileiro, o processo de paz no Oriente Médio passa obrigatoriamente por um acordo entre Israel e a Palestina.  

Segundo comunicado do governo israelense, deverão ser construídas 793 habitações em Jerusalém Oriental e 394 na Cisjordânia. Os palestinos exigem de Israel o fim da construção nos territórios ocupados, mas aceitaram retomar as negociações com base em um compromisso verbal.

O Ministério  da Habitação de Israel informou ontem (11) que serão construídas casas em Har Homa e Gilo, nos arredores de Jerusalém Oriental, e em Pisgat Zeev, mais ao norte da capital israelense. Na Cisjordânia, as construções deverão ser levantadas em Maaleh Adumim, Efrata e Beitar Ilit, perto de Belém.

O Departamento de Estado norte-americano, que mediou o reinício das negociações de paz em 29 de julho em Washington, anunciou que a próxima rodada ocorrerá dia 14, em Jerusalém. As negociações estavam suspensas desde 2010.