Presidente interino do Egito dissolve o Parlamento

O presidente interino do Egito, Adly Mansour, dissolveu o Parlamento com um decreto emitido nesta sexta-feira, informou a rede de notícias Al Arabiya. Ele também nomeou um novo chefe de Inteligência. 

O Conselho da Shura - a câmara alta do Parlamento egípcio - permanecia ativa após o governo de transição militar dissolver a câmara baixa antes da eleição de Mohamed Mursi, em 2012. Mursi foi deposto pelas Forças Armadas na quarta-feira e Mansour foi apontado como seu substituto até que novas eleições sejam realizadas. 

Mansour também indicou Ahmed Faria como novo chefe de Inteligência. Ele substitui Mohamed Raafat Shehata, que tinha sido indicado por Mursi.