Papa Francisco recebe o premier italiano Enrico Letta

O papa Francisco recebeu nesta quinta-feira em audiência privada no Vaticano o primeiro-ministro italiano, Enrico Letta.    O premier foi acompanhado pela esposa, a jornalista Gianna Fregonara, e por um grupo de dez pessoas. O encontro durou cerca de 30 minutos e foi em um clima extremamente cordial e relaxado. 

O primeiro-ministro presenteou o Pontífice com o livro "Os sermões de São Tomas" impresso em 1571 e um rosário em madeira de oliveira que ele levou da viagem que realizou em Israel e nos Territórios Palestinos. 

Francisco, por sua vez, deu para Letta uma caneta feita com a forma das colunas do baldaquino da Basílica de São Pedro, obra do escultor italiano Gian Lorenzo Bernini. "Todas as assinaturas são difíceis", declarou o premier italiano, gerando um sorriso no papa.    

Durante o encontro, Letta discutiu com o Pontífice sobre as "principais provas" que a Itália e a União Europeia (UE) estão enfrentando, "em particular as medidas para criar e salvaguardar a ocupação juvenil". 

Os dois reconheceram "a contribuição ativa que as famílias italianas e as instituições da Igreja continuam a fornecer para a estabilidade do país" e foram analisados alguns temas de política internacional, em particular na evolução da situação em países da área mediterrânea e médio-oriental.