Renuncia o ministro das Relações Exteriores de Portugal

O ministro das Relações Exteriores de Portugal, Paulo Portas, renunciou nesta segunda-feira, apenas um dia depois do pedido de demissão apresentado por seu colega do ministério das Finanças, Vitor Gaspar.

Portas é líder do pequeno partido conservador CDS-PP, aliado do Partido Social Democrata do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, na coalizão de direita no poder desde junho de 2011.

A renúncia inesperada de Portas acontece após a demissão na véspera do ministro das Finanças, Vitor Gaspar, que arquitetou e colocou em marcha as medidas de austeridade e reformas exigidas pelos credores de Portugal em troca do plano de resgate internacional de 78 bilhões de euros.

Em sua carta de renúncia, Portas ressalta que contesta a escolha do primeiro-ministro de substituir Gaspar por seu vice-ministro Maria Luis Albuquerque, que deve assumir o cargo ainda esta tarde.