Santos cobra cumprimento de normas negociadas com a Farc para acordo de paz  

Brasília – O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, cobrou das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que cumpram “a palavra e negociem” sobre os pontos já definidos para o acordo de paz, durante reuniões em Havana, Cuba. Santos reclamou que integrantes da guerrilha reivindicam aspectos que não foram negociados nos últimos meses. A previsão é que o acordo seja fechado até dezembro.

“Cumpram sua palavra. Negociem sobre esses pontos [já definidos], joguem limpo e não comecem a pedir o impossível, não comecem a pedir o que não está no acordo”, ressaltou Santos em discurso. O presidente disse que se “existe vontade” a paz chega “cedo ou tarde”.

Santos lembrou que as negociações em Havana foram abertas e que todos foram chamados a opinar na busca pelo fim dos conflitos, que já duram cerca de meio século. “Chegamos a alguns pontos que transformamos em público – o povo colombiano e o mundo os conhecem. Está tudo escrito”, disse ele.

O presidente ressaltou que é necessário respeitar os acordos e avisou que “a paciência do povo colombiano não é ilimitada. Estamos empenhados em cumprir os acordos, respeitando a palavra, respeitando o que acertamos”, disse ele. As informações são da Presidência da República da Colômbia.